Menu
PEDRO CANÁRIO | ES: IPS Brasil divulga estatísticas sobre o desenvolvimento do município e os dados são desanimadores
10/07/2024 09:10 em Notícias Gerais

Clique no player acima e ouça a RCM 24h por dia de onde você estiver.

O Instituto do Homem e Meio Ambiente da Amazônia (Imazon), em parceria com Fundación Avina, Amazônia 2030, Anattá Pesquisa e Desenvolvimento, Centro de Empreendedorismo da Amazônia e Social Progress Imperative publicaram na última quarta-feira (03.07), o primeiro relatório do Índice de Progresso Social do Brasil (IPS Brasil). Este relatório pioneiro abrange os 5.570 municípios brasileiros, as 26 unidades federativas e o Distrito Federal, marcando a maior iniciativa subnacional do mundo para medir o desempenho social e ambiental de um país.

Elaborado para complementar as medidas tradicionais de desenvolvimento, o IPS destaca a importância do progresso social aliado ao crescimento econômico. Este índice mede diretamente os resultados finais, sendo uma ferramenta essencial para o planejamento, avaliação de programas e aperfeiçoamento de políticas públicas. Além disso, o IPS Brasil orienta investimentos sociais privados nos municípios, funcionando como uma bússola para direcionar recursos de forma eficiente.

O IPS é uma ferramenta inovadora que avalia o progresso social e ambiental de territórios em todas as escalas geográficas, desde países até comunidades locais. Desenvolvido pela Social Progress Imperative, o IPS Global é publicado anualmente desde 2014, abrangendo 170 países. Além do IPS Global, diversas iniciativas subnacionais foram implementadas em países como México, Índia, Estados Unidos, Reino Unido e União Europeia.

O lançamento do IPS Brasil representa um marco para o desenvolvimento social e ambiental do país. O Brasil, com sua imensa diversidade e dimensão continental, é o quinto maior país do mundo. Segundo o Censo Demográfico 2022 do IBGE, a população brasileira soma atualmente 203 milhões de habitantes, dos quais 57% residem em apenas 319 municípios.

A partir de 2024, o IPS Brasil será atualizado anualmente, permitindo a comparação do desempenho socioambiental dos municípios ao longo do tempo. Esta atualização frequente é crucial para captar mudanças e tendências, contribuindo para a melhoria da gestão pública e o aperfeiçoamento contínuo das políticas públicas.

PRINCIPAIS RESULTADOS 

O IPS Brasil 2024 geral atingiu uma nota igual a 61,83. Entre as dimensões do IPS Brasil 2024, a Dimensão 1 (Necessidades Humanas Básicas) possuía a melhor pontuação geral média (73,58). Já a Dimensão 2 (Fundamentos do Bem-estar) atingiu nota igual a 67,10 e a Dimensão 3 (Oportunidades) revelou o pior resultado (44,83). Dos 12 componentes do IPS Brasil 2024, 6 deles apresentaram um baixo índice médio (nota inferior a 65): Direitos Individuais (35,97), Acesso à Educação Superior (43,88), Inclusão Social (48,42), Liberdades Individuais (51,04), Saúde e Bem-estar (58,59) e Segurança Pessoal (58,27). Entre os componentes do IPS Brasil 2024, se destacam as condições nacionais de Moradia (87,74), Água e Saneamento (77,79), Nutrição e Cuidados Médicos Básicos (70,51), Acesso ao Conhecimento Básico (71,82), Qualidade do Meio Ambiente (68,21), e Acesso à Informação e Comunicação (69,77), todos com pontuação superior a 65. Já para o componente Qualidade do Meio Ambiente, os principais problemas ambientais ocorreram especificamente na região amazônica.

PEDRO CANÁRIO (ES)

Não é preciso ser um(a) entendido(a) do assunto para comprender os dados abaixo, é só ler e observar as cores no quadro da legenda, logo após o nome do município e estado no primeiro quadro, e a partir daí, com calma, você irá entender. Para adiantar, saiba que dos 5.570 municípios do Brasil avaliados, Pedro Canário(ES) foi classificado em 4.670, ou seja, está entre os piores do país, sendo que os dados de violência e educação superior, são até certo ponto, assustadores e desanimadores. Então, acompanhe a seguir as imagens que mostram os número do município capixaba:

 

 

 

 

Fonte: IPS BRASIL 2024 | Foto: INTERNET

 

COMENTÁRIOS